arte
 

Lanhas


1923-2012

biografia

11923 - Fernando Resende da Silva Magalhães Lanhas nasce no Porto.
1942-1947 - Curso de Arquitectura da Escola Superior de Belas-Artes do Porto. A sua Tese de Arquitectura versou sobre Museus de Arqueologia. O interesse pela pintura surge enquanto frequenta o curso de Arquitectura da E.S.B.A.P., datas que marcam a obra de Fernando Lanhas como pioneiro da Arte Abstracta em Portugal.
1943 - Datam de 1943, obras como Meninas e Barco, Casas de Valongo, Paisagem de Aregos, Nuvens, Praia do Castelo, Serra de Valongo, 01-43-44 (Canção Triste) e 02-43-44 (O Violino).
1949 - Prémio Nacional de Desenho Marques de Oliveira.
1954 - Organiza com Miguel Barrias, Júlio Resende e Lagoa Henriques, a exposição "Arte Infantil", com concepção de Alice Gomes e M. M. Calvet de Magalhães, realizada no Ateneu Comercial do Porto em Julho.
1964 - Cria a Estrutura para investigação Arqueológica em Portugal.
1968 - Bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian para estudos de Museologia em Espanha.
1970 - Constrói a Sala de Cosmografia do Liceu Nacional Garcia de Orta, Porto (primeira em Portugal), sendo Reitor o Dr. Adriano Vasco Rodrigues. Reconhecendo a importância didáctica da Sala de Astronomia, a Nasa convidou o Liceu a fazer-se representar por um aluno no lançamento da nave Apollo 14, em missão lunar.
1973 - È nomeado Director do Museu Etnográfico e Histórico do Porto (cargo que exerce até 93).
1977 - É nomeado Secretário-Geral da Exposição "Geografia da Cor", do Centre Georges Pompidou (com a colaboração da Dr.ª Clementina Quaresma e da Dr.ª Isabel Guedes).
1980 - Projecta e organiza a montagem das colecções do Museu Monográfico de Conímbriga.
1983 - Executa o projecto geral da recepção ao Papa João Paulo II, na Diocese do Porto.
1985 - Projecta o Museu de Mineralogia da Faculdade de Ciências do Porto.
1986 - É homenageado na "V Bienal Internacional de Arte de Vila Nova de Cerveira".
1987 - A Secretaria de Estado e Cultura promove em Lisboa e no Porto, a apresentação integral da sua obra de Artes Plásticas, Arquitectura, Museologia, Arqueologia e Investigação.
1988 - António de Macedo realiza uma longa-metragem de sobre a sua vida e obra.
1989 - Recebe a Medalha Mérito de Ouro da Câmara Municipal do Porto.
1990 - Recebe o grau de Comendador da Ordem Militar de Santiago da Espada.
Recebe a medalha Mérito de Ouro da Câmara Municpal de Lousada.
1993 - No Dia Mundial da Arquitectura é homenageado pela Associação dos Arquitectos Portugueses da Região Norte, sendo a apresentação feita por José Viale Moutinho.
1994 - É homenageado pelos Estudos Humanísticos da Faculdade de Letras do Porto,com a colaboração do Governo Civil do Porto, Câmara Municipal do Porto e Fundação Eng.º António de Almeida, em sessão pública, com conferência por Fernando Guedes.
1996 - Publica O Universo. Fernando Lanhas: Estudos 1968-1973, editado pela Faculdade de Ciências e Desenvolvimento e Caixa Geral de Depósitos.
1997 - Grande Prémio Amadeo de Souza-Cardoso, no Cinquentenário da Fundação do Museu Municipal Amadeo de Souza - Cardoso, Amarante.
1998 - Prémio "Seiva", atribuído pela Companhia de Teatro Seiva Trupe, para homenagear personalidades distinguidas na área das Artes, Letras e Ciências, na cidade do Porto.
(1998-2001) - Jorge Campos realiza o filme Lanhas, o mais desirmanado, uma produção RTP, com a participação de Rui Mário Gonçalves, João Pinharanda, Fernando Guedes e Júlio Resende e a consultadoria de Fernando Pernes.
1999 - É nomeado Académico Honorário da Academia Nacional de Belas-Artes, por eleição.
João Trabulo realiza as filmagens para um documentário sobre a obra de investigação de Fernando Lanhas.
2005 - Doutoramento Honoris Causa, Universidade do Porto, proposta da Faculdade de Belas-Artes.