arte
 

Domingos Pinho


1937

biografia

Natural do Porto, formou-se em Pintura pela ESBAP em 1963, escola onde viria a ser professor. Enquanto estudante obteve os Prémios José da Costa Meireles e Rodrigo Soares, Três Artes e Rotary Club do Porto. Começou a expor colectivamente nos anos 50 e individualmente no ano em que se formou. Foi membro fundador da Cooperativa Árvore. Foi co-fundador da revista de artes e letras "Paisagem". Obteve duas bolsas da F.C.G., uma em 1966 para visitas de estudo è Europa, outra em 1978 para investigar o "Realismo no século XX".
A evolução da obra de Domingos Pinho fez-se no sentido de uma geometrização que, nos anos 60 chegou à abstracção. Nesta década dedicou-se a uma investigação matérica e gestual que abandonaria na década seguinte, optando por um realismo meticuloso que figura objectos quotidianos. O rigor da imagem alia-se à sua estranheza, devendo relacionar-se "hiper-realismo" com "pintura metafísica". A partir de meados dos anos 80 e já durante a década de 90 assiste-se a um regresso das pinceladas de carácter quase expressionista, inaugurando-se novo ciclo na produção do pintor.
Exposições Individuais:(Selecção)
1963 - Galeria Alvarez, Porto - 1964 - Museu de Huambo, Angola - 1965 - Palácio do Comércio, Luanda - 1967 - Galeria Divulgação, Porto - 1970 - Galeria Alvarez, Porto - 1971 - Galeria Alvarez, Porto -1974 - Galeria Dois, Porto - 1978 - Centro de Arte Contemporânea, Museu Nacional Soares dos Reis, Porto - 1980 - Galeria Tempo, Lisboa - Galeria Dois, Porto - 1982 - Galeria J.N., Porto - Galeria Presença e M.C.A., Coimbra - Museu Amadeo de Souza-Cardoso, Amarante - 1983 - Galeria Módulo, Porto - 1984 - Galeria Módulo, Porto - 1985 - Galeria da Cooperativa Árvore, Porto - Centro Cultural de Alto Minho, Viana do Castelo - 1986 - "Retrospectiva", Galeria Nasoni, Porto - 1987 - "Retrospectiva", Galeria 5, Coimbra - 1988 - Galeria Nasoni, Porto - 1990 - "Retrospectiva", Galeria Nasoni, Porto - "Trabalhos Recentes", Galeria Nasoni, Porto - 1993 - Galeria Nasoni, Porto - Galeria Nasoni, Lisboa - 1995 - Galeria Nasoni, Porto - 1997 - Galeria Artésis, Vila Nova de Gaia - 2001 - "Tributo a", Galeria Nasoni - Galeria Atlântica, Porto - 2003 - "Vestígios", Galeria Nasoni, Porto - Galeria Atlêntica, Porto - 2004 - "Regresso para o Futuro", Galeria Nasoni, Porto - 2005 - "Segredo e Vislumbre", Galeria Corrente d'arte, Lisboa - "29 Quadros, 1985-2005", Galeria Nasoni, Porto
Colecções:
- Museu Nacional Soares dos Reis; - Museu Amadeo de Souza-Cardoso (Amarante); - Museu de Ovar; - Museu Nacional de Arte Moderna; - Museu de Estremoz; - Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian; - Está representado em numerosas colecções particulares no país e no estrangeiro.
Prémios:
- José da Costa Meireles (desenho); - Rodrigo Soares (pintura); - D. Ricardina da Costa Meireles; - Rotary Club do Porto; - Três Artes.