arte
 

Flor Campino


1934

biografia

Nasceu em Tomar.
Curso Complementar e Superior de Pintura pela E.S.B.A.P.
Bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian em Paris.
Estágio de Educação Visual do Ensino Secundário em Lisboa.
Ensino de Língua e Cultura Portuguesa em Paris.
Exposições principais: 1960/80
Exposição de Arte Contemporânea -Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.
Exposição Colectiva "Dix Ans d'Art Portugais" - Centro da Fundação Calouste Gulbenkian, Paris.
Gravuras em relevo para o poema "RITMO REAL" de Fernando Echevarría e execução artesanal do livro em papel vélin d'arches, tirado a 85 exemplares em Paris.
Design de moda eTapeçaria Moderna em Paris.
1980/90
Exposição individual na Fundação Eng° António de Almeida, Porto.
Ilustração de Unidades Pedagógicas ligadas ao Ensino de Língua e Cultura Portuguesas em Paris.
Exposição "Pequeno Formato" - Cooperativa Árvore, Porto.
Exposições colectivas: "Feminie" na Unesco, Paris, e Fundação Calouste Gulbenkian/ /Sociedade Nacional de Belas Artes, em Lisboa.
Exposição individual Cooperativa Árvore, Porto.
Exposição colectiva "Lês Fils du Temps" - Groupe "Dialogue", Grand Palais, Paris.
Exposição individual na Caixa Geral de Depósitos, Paris.
Biennale dês "Femmes Peintres et Sculpteurs", Grand Palais, Paris.
1990/2000
Exposição colectiva "Union dês Femmes Peintres et Sculpteurs", Grand Palais, Paris.
Exposição individual -Tapeçarias, Desenhos e Colagens, Cooperativa Árvore, Porto.
Exposição Colectiva dos Sócios da Árvore, Mercado Ferreira Borges, Porto.
Participação no painel paraTimor.
Está representada no Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, na Bibliothèque Nationale de France, no Centro Cultural da Fundação Calouste Gulbenkian em Paris e em colecções particulares em Portugal, Argélia e França.