arte
 

Pedro Chorão


1945

biografia

Nasceu em Coimbra. Entre 1963 e 1967 viveu em Liverpool, onde começou a interessar-se por pintura. Frequentou o curso de História da Arte na École du Louvre, Paris (1967-1968). Licenciou-se em Pintura na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa em 1976.
Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian em Paris (1976-1978) e em Portugal (1987- 1989).
Exposições individuais:
1975 Lisboa, Galeria da Emenda 1976 Lisboa, Galeria S. Francisco, 27 Set. ? 16 Out. 1978 Paris, Centre Culturel Portugais FCG 1979 Lisboa, Escola Superior de Belas Artes, Mar. Abr. Lisboa, SNBA. 8-20 Mai. 1981 Lisboa, SNBA, Abr. Mai. Faro, Museu Infante D. Henrique Porto, Galeria Jornal de Notícias 1982 Lisboa, Módulo Lisboa, Espaço A / Clube 50 1983 Lisboa, Galeria da Imprensa Nacional Casa da Moeda Lisboa, Espaço A / Clube 50, Abr. Mai. 1984 Lisboa, Espaço A / Clube 50 1986 Lisboa, SNBA Lisboa, Espaço Poligrupo Tavira, Galeria da Casa das Artes 1987 Porto, Galeria Jornal de Notícias, 27 Fev. 20 Mai. Lisboa, Loja de Desenho, 22 Jan. 20 Fev. 1989 Lisboa, Galeria Lambertini, 1 Mar. 1 Abr. 1990 Colares, Galeria de Colares, 23 Jun, 22 Jul. 1991 Lisboa, Clube 50 1993 Lisboa, Galeria Palmira Suso, Pintura 1993, Mar. Abr. 1994 Caldas da Rainha, Museu José Malhoa, Pinturas de paisagem 1072-1994 Faro, Trem Galeria Municipal de Arte, 25 Jun, 22 Jul. 1995 Porto, Galeria Quadrado Azul, Fev.Lisboa, Galeria Palmira Suso Lisboa, GiefArte 1996 Cascais, Espaço Capela, Fev. Mar. 1997 Lisboa, Galeria Palmira Suso, Pintura 1997, Mar. Abr. Braga, Museu da Casa Nogueira da Silva 1998 Lisboa, Clube 50, 30 Out.-25 Nov. 1999 Lisboa, Galeria Palmira Suso, Pintura 1999,23 Jan. 6 Mar. Évora, Galeria Évora-Arte, 10 Abr. 14 Mai. Carrazeda de Anciães, Biblioteca Municipal. 2 16 Ago 2000 Lisboa, Clube 50, 20 Out. 22 Nov. 2001 Lisboa, GiefArte 2002 Almada, Casa da Cerca.
Prêmios:
AICA (Associação Internationalle des Critiques d'Art) pelos críticos de arte Dore Ashton, René Berger e Sílvia Chicó. III Exposição de Belas Artes, Fundação Calouste Gulbenkian, 1987 Bicentenário do Ministério das Finanças, 1988
Bienal de Lagos, 1990 BANIF Banco de 2003
Obras Públicas:
Tapeçaria (12 metros quadrados) para o Banco CGD - Mural em azulejos (220 metros quadrados) na cidade de Covilhã (Portugal), 2004
Representado:
Em principais coleções nacionais e Museus em Lisboa e Porto.
Ilustração:
Capas para livros de poesia e vários para "Pour un Morale de L'Ambiguité", Simone de Beauvoir, Éditions Gallimard, Paris.
Bibliografia:
Duas monografias (1983 e 2009). Centenas de artigos pelos principais críticos de arte português.